277

Este soneto foi enviado em 1550 ao pintor e arquiteto de Arezzo Giorgio Vasari autor das Vite de’ più eccelenti architetti, pittori e scultori italiani…, [ou seja: biografia dos artistas famosos da época] entre os quais uma Vida de Michelangelo redigida naquele ano. Em posterior edição das Vidas Vasari escreveu que “de nenhum dos vivos ele [o próprio Vasari, autor das biografias] tinha redigido a vida, incluindo os mais velhos, a não ser a de Michelangelo…” e incluiu este soneto de Michelangelo em sua publicação.

1 Se con lo stile, Se com o lápis ou com as cores: desenho e pintura. [Michelangelo louva aqui às obras de Vasari como pintor, particularmente os afrescos de papa Paulo III no prédio da Cancelleria em Roma, pintados em 1546]
7 quel che vi manca, o que vos falta: Dando a vida aos outros [ou seja: escrevendo suas biografias], Vós [Vasari] tolheis à ela [a natureza] todo o valor, que era [o lado da arte] que a vós faltava [pois Vasari era pintor e arquiteto, mas não ainda escritor].
9 contese, pelejou: lutou contra a natureza.
10 cedale, lhe ceda: à natureza.
13 fate, fazei: Fazei com que as memórias, e Vós com elas, viavam eternamente, contra sua própria natureza [malgrado d’esse. mesmo a contragosto].
  Se con lo stile o coi colori avete
alla natura pareggiato l’arte,
anzi a quella scemato il pregio in parte.
che ‘l bel di lei più bello a noi rendete,
  poi che con dotta man posto vi sete
a più degno lavoro, a vergar carte,
quel che vi manca, a lei di pregio in parte,
nel dar vita ad altrui, tutta togliete.
  Che se secolo alcuno omai contese
in far bell’opre, almen cedale, poi
che convien c’al prescritto fine arrive.
  Or le memorie altrui, già spente, accese
tornando, fate or che fien  quelle e voi,
malgrado d’esse, etternalmente vive.

Se com o lápis ou com as cores haveis / à natureza  equiparado a arte, / antes  haveis àquela diminu¡do o valor em parte. / porque sua beleza nos entregais bela ainda mais / pois com engenhosa mão vos dedicastes / a mais digno  trabalho, lutar contra o papel, / o que vos falta, a ela todo valor, / ao dar vida a outros, toda lhe tolheis. / Pois se nenhum século pelejou / em fazer belas obras, ao menos lhe ceda, / pois convém que ao prescrito fim alcance.  / Ora as memórias alheias, apagadas, / acesas outra vez,  fazei com que elas e vós, / mesmo a contragosto, eternamente vivam.

Questa voce è stata pubblicata in Michelangelo. Contrassegna il permalink.

Lascia un commento

Inserisci i tuoi dati qui sotto o clicca su un'icona per effettuare l'accesso:

Logo WordPress.com

Stai commentando usando il tuo account WordPress.com. Chiudi sessione / Modifica )

Foto Twitter

Stai commentando usando il tuo account Twitter. Chiudi sessione / Modifica )

Foto di Facebook

Stai commentando usando il tuo account Facebook. Chiudi sessione / Modifica )

Google+ photo

Stai commentando usando il tuo account Google+. Chiudi sessione / Modifica )

Connessione a %s...